Páginas

sexta-feira, 30 de agosto de 2013

Trans "The Auto" Formers | Episódio 38

Episódio 38 | Desconstrução

Escrita por | Rafaela Trombini
Produção Executiva de | Ingrid Trombini
Direção de | Rafaela Trombini e Natália Santos

Estava andando por aí e cheguei na garagem. Vi Anita e parece que ela estava brava.

-E ai gente?
-Oi cabritito.
-MAIS QUE PORRA É ESSA?
-O Que foi meu amor?
-Optimus, eu pareço uma prostituta?
-Claro que não meu bem. Mais por que tá perguntando isso?
-POR QUE TENS UNS IDIOTAS FALANDO MERDA PRA MIM.
-Quem falou isso?
-Os trabalhadores da construção da colina acima.
-Deixa eu ir lá cabritito?
-Não Bee, ela é a minha gata, e vou lá ensinar um pouco de respeito para eles, huh?
-Vai lá Optimus.
-E Além do mais, precisamos de um terreno a mais.

Agora sim, eu vou pegar eles e você verão a crueldade e a frieza de Optimus Prime, pois eu tenho um plano mirabolante. Vou destruir os escritórios com um trator e vou matar o capataz de um jeito...hehe, vocês verão.

Peguei o trator e destruí o primeiro escritório. Vários caras vieram com uma pá na mão...hahaha meu por All Spark...pensava que viriam com armas. A Última vez que vi alguém com armas estranhas, foi um cara que tentou me bater com um RAMO DE FLORES. Não, não vou nem falar nada.

Destruí o segundo escritório e já tinha outro trator me impedindo, AI POR ALL SPARK, eu tenho que tomar cuidado com essas bombas que tem aqui, pelo amor, não quero causar outra explosão como eu fiz no píer de Cybertropolis.

Depois destruí os outros dois e ficou tudo legal. Quando eu tinha saído do trator, eu vi o capataz saindo desses banheirinhos.

-O Que é toda essa maldita confusão? AH NÃO! EU NÃO VI NADA!!!!

Haha, agora, conheçam a minha frieza, vou mostrar a esse cara que não tente maltratar a gata de Optimus Prime, agora ele vai ver. Já que ele está no banheirinho, vou fazer o seguinte. Tem um buraco aqui e um caminhão de cimento e e e? Já sabem não é hehehe. Está na hora de...ser MACABRO!!!!

Fui até ele, usei o trator e comecei a empurra-lo.

-AH, DEUS NÃO!

Hah, eu só quero ver e ainda fica gritando.

-AH, ACHO QUE VOU VOMITAR!

Heh, que jeito não. A Merda deve estar caindo todinho nele hahaha. Bem, por isso que vou enterrar ele vivo, aqui, agora conheçam o meu outro lado. Vocês verão a minha crueldade. Muito bem, entrei no misturador e pronto. Acabou. Enterrei ele ali. HAHAHAHAHA, QUEM MANDOU DESRESPEITAR MINHA GATA??? TOMAAA!

Eu disse que iria passar por qualquer um que ficar no meu caminho e também qualquer outro que tentar fazer mal para a minha família. Opa, uma ligação.

-Quem é?
-Ei, é o Jetstorm, cara.
-Ei Jetstorm, qual é?
-Bem, eu estava falando com o Bee, e huum, bem, não me entenda mau, cara, Eu acho que você é só mais um no meio da galera, quando o assunto é dirigir, mais o Bee disse quantos negócios você já fez, eu e o Jetfire aqui, Woooa!
-Qual é o lance Jetstorm?
-Sem lance, cara, nenhum lance. É Que existe uma escola avançada de direção para os robôs, sabe, fica subindo a rua da garagem.
-Escola de direção? O Que quer dizer com isso?
-NADA, cara, nada. É uma ideia do Jetfire. Eu acho que você é, tipo, você sabe, legal e tal. É Melhor eu ir cara. Te vejo depois.

O Que ele quer dizer com isso? Eu não sei, mais quero descansar pode ser?

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Trans "The Auto" Formers | Episódio 37

Episódio 37 | Disque Denuncia

Escrita por | Rovorys Trombini
Produção Executiva de | Ingrid Trombini
Direção de | Rafaela Trombini e Natália Santos

Mais um dia em San Prime e depois que eu voltei para a garagem, recebi uma ligação.

-Optimus, como está San Prime?
-Está fodida. Realmente queria que você estivesse aqui.
-Legal. Agora, você pegou o presente para aquele amigo meu, certo? Você sabe quem tentou colocar eu e o Ironhide em encrenca né?
-Sim.
-Por que você não coloca tudo dentro do carro dele e dá uma ligada para a polícia.
-Ei, filho da puta, eu não posso ligar para a polícia. Eu não dou a mínima se isso vai te matar, eu, ou o meu irmão. Companheiros de rua, não ligam para os tiras.
-Optimus, ele é um advogado Jurisdicional.
-É mesmo? E Onde posso encontra-lo?
-Ele está no hotel Yank Hoff, no Financial.
-Ah, claro.

Um advogado...ah, deve ser advogado dele, com certeza. Vai ser uma honra querer pegar ele, chega de ser bonzinho, agora, serei macabro. Vou matar qualquer um que ficar no meu caminho.

Fui até o hotel. O Que eu percebi, é que esses hotéis, funcionam como sistema de manobrista e como eu era um robô, eu precisava levar o carro dele lá dentro, mais eu transformado. Bem, eu vi um humano e um cybertroiniano entrando, já sei! Vou matar ele e tirar as roupas dele, simples.

Eu vi que ele estava entrando lá e eu precisava pegar a roupa dele, bem, ele deixou o carro lá e...hehe “prepare to die” hahaha. Usei o minha serra elétrica e dei uma de massacre da serra elétrica. Matei ele.

Depois disso, limpei ela um pouco e a vesti. Ainda bem que o cara era do meu tamanho, senão eu estava fodido. Cheguei lá e tinha dois caras humanos, eles tinham cara de encha o saco.

-Ah, você deve ser o novato. Fique aqui.
-Ah, cale essa boca.
-O Que?
-Nada.

Bem, fiquei lá e pelo que eu saiba, o advogado está dirigindo um Merit Azul. Eu tinha uma identificação, e não podia deixar ninguém pegar o carro. Bem, então, vamos esperar. Veio um carro, mais era verde, então, deixei o cara pegar. Aí sobrou aquele que me encheu o saco, e vamos lá, esperar, eu acho que esse cara está com problemas de ausência. Ele está olhando em um ponto fixo.

Tinha umas putas do outro lado da rua, e eu aqui esperando e...nossa, o que é isso velho? Nossa, olha essa puta porra, não, ela vai dar para o mendigo né? Se ele nem tem grana para pagar ele, mais enfim, opa. Lá vem o advogado.

-Esse é o advogado. Ele dá boas gorjetas.

Cara, nem queria saber velho. Só peguei o carro e pronto. Agora, vou colocar as ervas no carro dele, eu não tinha muito tempo. Tenho que ir lá na garagem. Só tenho três minutos. Cheguei lá e consegui colocar as drogas. O Prowl vai me matar quando ele descobrir que as ervas dele sumiu hehe.

Hah, estava indo lá e vi um cara viajando do nada. Que cidade louca, mais enfim, estacionei e o manobrista humano está chegando. Eu tenho que sair daqui e ligar para a polícia. Voltei e fiquei em uma distância segura, nossa, quem diria, eu chamando a polícia. Milagre isso. Vou ligar.

-Alô? É O Disque Denuncia? Eu vi uma coisa muito suspeita aqui no Hotel Yank Hoff. Acho que vocês deviam dar uma olhada...

Depois que liguei, uns cinco minutos eles chegaram. Eu só fiquei observando.

-POLÍCIA. NÃO SE MEXA!!!
-SAIA DO CARRO COM AS MÃOS PARA CIMA!!
-Você sabe com quem está se metendo, porra? – diz o advogado. – Eu vou querer seu distintivo retardado.
-CALE A BOCA!!! Você encontrou alguma coisa aí atrás?
-Se eu encontrei alguma coisa? Ele tem metade da Jamaica aqui. Deve ter umas duas toneladas de maconha aqui.
-O Que? Mas...eu nunca vi...como isso pode ser...?
-Que defesa extraordinária você tem agora?

He! Agora isso ficou bom. Bem, agora que esse merda foi preso, eu vou voltar para casa e...nossa, meu telefone. É O Bumblebee.

-Ei, Bee. O Que foi?
-Cabritito eu consegui informações sobre o bagulho do El Grande Jazzy. Descobri que ele envia dinheiro de segunda á sexta de Cybertropolis até San Prime. E Nas quartas e sábados ele leva a droga de volta para o El Grande Jazzy.
-Ok, ficarei de olho nele, e ver se não posso ficar com uma parte disso.

Legal, vou até lá. Vou ver se é longe pelo meu radar. Vamos ver, vamos ver SANTA MÃE DE DEUS!!!!
Hum...not bad!

Tô chegando lá, vou bater nesse carro e pá, peguei uma grana era isso que o Bee, me falou, que o Jazz faz transporte de drogas de uma cidade á outra, eu só estou interceptando, e pegando a grana pra mim.

Pronto, nossa, peguei 1200, APENAS! Bom, vamos voltar para San Prime.

quarta-feira, 28 de agosto de 2013

Trans "The Auto" Formers | Episódio 36

Episódio 36 | Fazendo Negócios

Escrita por | Rafaela Trombini
Produção Executiva de | Ingrid Trombini
Direção de | Rafaela Trombini e Natália Santos

-Nossa, esse é o maldito lugar? Nossa, eu vou acabar com aquele velho idiota. Eu devo ser o cara mais fodido do mundo.
-Calma Cabritito. Pelo menos, estamos vivos.
-Calma Prime, relaxe.
-Desculpe de alguma coisa Prowl, mais a única coisa que quero fazer agora é matar o cara que pegou o meu pai e também acabar com o puto do seu pai!
-Ei, eu sei que o meu pai é louco, mais não desrespeite minha família.
-Olhe, desculpem á todos, estou meio nervoso. Já estou vendo a gente nesse lugar estranho, e nosso nome, isso nem é uma garagem.
-Ah, então transforme isso em uma garagem.
-Boa ideia Bulkhead. Por que você não cala essa boca?
-Quer saber? Você é um idiota fodido. Você quer sempre procurar algo que não tem, e agora que conseguiu, não sabe o que fazer? Então, vamos transformar esse lugar.
-Pessoal, me perdoem por favor, quero o perdão de vocês, por favor, eu só queria meu pai de volta, meu irmão, minha família. Só isso. Eu tenho que andar.
-Optimus, me espera.
-Esperem. Conheço um bom mecânico. Eles eram daqui, até vender para os mafiosos de Los Bots, mais eles trabalham bem. Pode confiar.
-Então, iremos até lá. Vem comigo, linda?
-Claro.
-Só não transem na minha frente.
-Ai, vamos.

Eu tive que guia-los, sem mesmo conhecer a cidade direito.

-Como você os conheceu Prowl? – pergunto.
-Aparentemente, eu encontrei eles na 89, Prime In-Love.
- Aparentemente?
-Sim, você sabe, um campo d tendas, músicas muito loucas, um quarto de mescalina, vodka, ursos polares...
-Ursos Polares? – pergunta Anita.
-Sim, Eles são divertidos, na paz. Aqui é a terra do Vehicons, eles são barra pesada.

Chegamos até lá.

-EI JETSTORM!
-Ai Oi Prowl.
-Venha. Tenho um trabalho para você.
-Olhe, estou muito na dívida com você.
-Discutimos isso depois. Optimus, Anita, Jetstorm, Jetstorm, Optimus, Anita.
-Como vai cara?
-Oi.
-Vamos dar um pulo no hospital?
-Você está doente?
-Não, o governo, mais isso é uma longa história.


Chegamos ao hospital, mais eu não sei o que ele queria.

-Tá, o que viemos fazer aqui?
-Nada. Vamos observar.
-Tá, o que é isso?
-Vem. Vamos até onde eles vão.
-Espere. Falta mais gente não é?
-Ah é mesmo? Vamos lá.

Paramos bem no meio de um negócio de cachorro quente.

-EI JETFIRE! COMO VAI O NEGÓCIO DE CACHORRO QUENTE?
-Uma merda. Mais, ainda consigo sobreviver. Depois eu vou no lugar onde vocês querem.
-Fica em Doherty. Em uma garagem, em umas ruínas de construção. Vejo vocês lá.
-Ótimo. Agora iremos no centro de polícia, no centro.
-Você ficou louco? Não vamos não. – diz Anita.
-Calma gatinha, é melhor não pedir explicações, senão pode vir um cara e foder esse seu rabinho lindo.
-É Mesmo. Ouve ele gata.
-Nossa, isso está me apavorando com esse negócio de espaço.
-HAH! É Por que você não foi na Área 51, de qualquer jeito, vamos embora.

Chegamos á polícia, mais é melhor eu tomar cuidado.

-Você conhece o exercito. Não pareça interessado em nada.

Um carro forte apareceu e foi embora.

-Ok, melhor a gente ir.
-Qual é o próximo, cabeça espacial?
-Tem dois caras que conheço que entendem de tecnologia, mais trabalham em algo fútil. Eles são Marimar e Sérgio. Eles são donos de um clube que está indo á falência. Disse para eles se concentrarem em só tecnologia.

Fomos até o clube. Era bem bonito e lá estavam os dois, bem na porta.

-Olhe Sérgio. É O Prowl.
-O Que esse idiota maconheiro quer?
-Deixa disso, ele é nosso amigo esqueceu?
-E Daí?
-EI PROWL!!!!
-Marimar...
-Venham. Optimus precisa de vocês.
-O Que está rolando Prowl?
-Olhe Mari, Prime precisa da ajuda de vocês, como são expert em tecnologia...
-Ah sim, e depois vocês podem ir ao clube Vale Encantado, lá tem coisas legais, apesar de nós estarmos na falência.
-Sim, eu irei lá.
-Aqui é o lugar. – diz Prowl.

-Uma semana e conseguimos trabalhar nesse local. Ei Bee, venha aqui.
-O Que foi cabritito?
-Esse é Jetstorm, Jefire, Marimar e Sérgio.
-Olá amigones.
-Oi.
-Olhe Prime, eu e Anita achamos um jeito da gente ganhar dinheiro.
-Eu não vou para nenhuma faculdade.
-Não é isso. A Gente reforma isso e vende, ou melhor, a gente pode transformar isso em um negócio e assim a bola de neve cresce.
-Eu não sei meu amor...
-Olhe Prime, esse lugar vai se sustentar sozinho, e quando isso acontecer, teremos dinheiro.
-Olhe Bulk, eu não sei.
-Olhe vamos começar assim. Você e Bee se concentrem na garagem e deixem que eu e Anita trabalhamos nesse negócio de negócio ok?
-Hehe, esse é o gordito.
-Há, quem escolheu foi você, não eu hehe.

Ai, queria andar pela cidade, mais precisava...meu telefone? Quem será?

-Quem é?
-Desculpe, Optimus você está ocupado?
-Marimar? Não, é bom falar com você. O Que está pegando?
-Meu pai está quase vendendo o clube e Sérgio está quase concordando com ele. Não tenho onde ficar, a não ser ficar na casa do pai do Sérgio, mais a jararaca da madrasta dele me odeia.
-Ahh, olhe, estou investindo em um grande negócio. Vou fazer uma visita á vocês.

terça-feira, 27 de agosto de 2013

Trans "The Auto" Formers | Episódio 35 (Final da Temporada)

Episódio 35 | Você está indo para San Prime?

Escrita por | Rafaela Trombini
Produção Executiva de | Ingrid Trombini
Direção de | Rafaela Trombini e Natália Santos

-QUEM QUER IR PARA SAN PRIME??? – Pergunto á todos.
-Nós vamos para San Prime cabritito?
-Sim Bee. VAMOS SAIR DAQUI!!!!
-EEEEEEEEEEEEEEEEEEE.
-Tá, mais como vamos até lá?
-Vamos encontrar o Prowl. Parece que ele tem a solução. Fizeram suas malas?
-Sim, eles fizeram meu amor.
-Então, vamos encontrar o Prowl e VAMOS Á SAN PRIME!
-EEEEEEEE.

Bom, a floresta dele era longe, longinha até, mais eu consegui entrar lá. Nossa, quantas placas dizendo “Não ultrapasse”. Nossa, ele não gosta de visitas. Falei para o pessoal ficar aqui e eu irei falar com ele.

-Paz, eu tenho o que você precisa, viajante solitário.
-Na verdade, eu vou com meus amigos. Mais obrigado por tudo e..queria que nos acompanhasse Prowl. Você me ajudou tanto...
-Sério?
-Sim, meu amigo.
-Bom, então, eu aceito. Não queria ficar aqui o meu spark inteiro.
-Porra, Prowl. Tá cheio de maconha aqui.
-Que barulho é esse?
-CABRITITO!!! É A POLÍCIA! EU ACHO QUE ELES DESCOBRIRAM A PLANTAÇÃO DE MACONHA QUE TEM AQUI.
-Você planta maconha?
-É, e agora, temos que queimar. Chame seus amigos. Eles vão nos ajudar.

Agora, nós pegamos uns maçaricos para queimarmos a maconha, bem, Prowl ficou bem triste e nós queimamos tudo isso.

-Isso é uma pena não?
-Tu es um maluco! – diz Bumblebee.

Queimamos tudo isso, mais tinha um problema. A Porra da polícia estava na nossa cola.

-Optimus, o helicóptero da polícia está ali.
-É Mesmo. Prowl, como vamos derrubar essa porra?
-Calma. Tem uma coisa que guardei, caso isso acontecesse.
-O Que é isso?
-Eu tinha pegado em um local. Agora, agora, EXPLODA ESSE NEGÓCIO!!!

Apontei o negócio e o helicóptero caiu. Agora, podemos ir para San Prime.

-Agora sim. VAMOS PARA SAN PRIME!!
-EEEEEEEEEE.
-Venha gente. Sei de um local que podemos ficar em San Prime.

Agora, finalmente vamos á San Prime, depois, Rio de Energon e salvar o meu pai.

-Ei Prowl, porque não guie?
-Ai, eu não guio desde os meus 15 anos. Não estou para isso não.
-Está bem.
-Nossa, este lugar es incrível.
-Nunca vi cidade mais linda.
-Sim. Aqui é San Prime. Cidade das loucuras. O Melhor de todos.
-Sei senhor San Prime e onde nós vamos?
-Em Doherty, no lado leste de San Prime, entre Gargia e Easter Basin.
-Certo.

Nossa, era perto do mar. Que legal, mais era uma garagem. Tudo bem. Não tem problema. Ficamos com uma garagem.


-Esse é o lugar pessoal. Nossa, você precisam comer. Vem. Vamos conhecer nosso novo lugar.

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

1ª Temporada de Trans "The Auto" Formers Chega ao Fim.

A Primeira temporada de Trans "The Auto" Formers termina amanhã e Quarta já começa a segunda temporada com muitas revelações e perigos.

You're going to San Prime?

Trans "The Auto" Formers | Episódio 34

Episódio 34 | Adeus, Mestre Yoketron

Escrita por | Rovorys Trombini
Produção Executiva de | Ingrid Trombini
Direção de | Rafaela Trombini e Natália Santos

Estava no local das corridas, e desta vez, estávamos todos nós. Eles queriam me ver correndo, principalmente a Anita. Lá estava um bom corredor que era o Soundwave. Ele era mudo, então, não tem muita diferença. Bem, não. Chegou aquele merda do Yoketron. Filho da puta. E Parece que ele está com um troço na mão.

-Droga, o que foi agora?
-PORCO!!!
-Ai, o que eu fiz agora?
-Ah, então é NESTE local que você está não é?
-Ele está sim e daí? – diz Anita.
-CALE-SE SUA PUTA!!! O MEU NEGÓCIO É COM ELE!!!
-Olhe Yoketron, você disse que estava tudo acabado lembra? Apenas negócios?
-QUE TIPO DE HOMEM É VOCÊ??? QUANDO EU QUIS DIZER QUE ERA “APENAS NEGÓCIOS” EU DISSE QUE TE AMAVA!!!
-EI, PARE DE ME BATER!!!
-SOLTA ELE!!! – Diz Anita.
-SAIA SUA PUTA.
-O que foi cabritita? – pergunta Bumblebee.
-O Optimus está apanhando daquele velho.
-Essa não. PARA COM ISSO PAI, AGORA!!!!
-NÃO PROWL, NÃO VOU PARAR.
-LARGE ELE AGORA!!!
-Está bem, mais...eu não te amo mais Optimus.
-Não?
-É Claro. Não posso guardar minhas paixões no meu pinto, elas precisam de liberdade. Este, OPTIMUS, é o meu novo homem. Soundwave. Você está com ciúmes? Vai brigar por mim?
-Não, além do mais, eu tenho uma namorada e se tiver que sentir ciúmes, eu sinto dela!!!
-AH É? ENTÃO É ISSO QUE VAMOS VER!!!! VAMOS CORRER!!!!
-Velho Louco.
-Vai lá Cabritito. Acaba com ele.
-Vai Optimus. Por mim.
-Sim, meu amor.

Fui correr, e como na corrida anterior, nossa só barbeiro só lerdos, mais desta vez foi legal, passei por vários cantos legais. Foi muito bom, mais estava preocupado. Muito mesmo. Estou com medo do que aquele louco pode fazer. Bem, mais eu passei aqueles barbeiros e consegui, HAH, CADÊ O SEU MORALISMO HEIN YOKETRON????

-Venha aqui sua gostosa!
-Me larga seu velho tarado.
-Ai, eu precisava mesmo é de uma mulher. Venha aqui sua putinha linda. Vem. Dá o seu cuzinho pra mim, vem.
-PARA!!!
-EI, O QUE É ISSO?
-Optimus.
-SAIA DE CIMA DE MINHA MULHER, SEU PUTO!
-É ASSIM QUE VOCÊ ME RESPEITA? Só queria saber se você ficaria mesmo, depois que ela deu para mim.
-Cabritito, o que houve?
-Esse...maldito...
-CHEGA!!!! Sabe de uma coisa Yoketron, Optimus fode qualquer mulher melhor do que você!
-O Que?
-Anita...quer dizer que...
-Sim, ele me fodeu, mais olhe, nunca vi um velho tão brocha com ele. Prefiro um homem com um pau grande e duro, do que um velho brocha e pau mole. Vem meu amor, vamos.
-ANITA! QUERO UMA EXPLICAÇÃO.
-Optimus, ele me agarrou, e não me fez nada, essa é a verdade. Só queria que ele ouvisse umas verdades.
-É Sério? Quer dizer que você ainda me ama?
-Se eu ainda te amo? Optimus, você é o amor da minha vida, seu gostoso.

-Ah, SOUNDWAVE, VAMOS PARA NOVA PRIMUS! E VOCÊ VEM PROWL.
-Não vou.
-O Que?
-Exatamente. Eu não vou com você. VÁ SOZINHO CANSEI DE VOCÊ E SUAS LOUCURAS.
-FILHO MALDITO!!!! VAMOS SOUNDWAVE.
-Vem pessoal, vamos!

Depois que namorei a Anita e fodi ela, voltamos para casa e lá, recebi uma ligação.

-Alô?
-Prime, que bom falar com você. Eu consegui aquela carga que você queria, mais venha com cuidado até a minha fazenda. Essa pode ser a nossa chance de ir para San Prime e ficar lá, pois sei de um lugar legal para a gente ficar.
-Sério Prowl?
-Sim, agora venha logo. Estou te esperando.
-Quem era Optimus?
-O Prowl. Ele parece que tem a chave para a gente ir para San Prime.
-Que legal. Vá lá que vou avisar os outros. Te amo Optimus.

-Também te amo, minha linda.

sábado, 24 de agosto de 2013

A Versão Original de Transformers: Transformers: O Descendente Negro

Vocês acompanharam a série Transformers: Lago Tenebroso, Transformers: Os Segredos Obscuros de Bumblebee e Transformers: Obscuridão que acabou agora de pouco, pois conheçam agora, a versão original dessa história. Transformers: O Descendente Negro. Confira a sinopse.

FICHA TÉCNICA

Sinopse/Preview: Cybertron, 2009, nas grandes guerras, os Autobots e Decepticons estão em guerra. O Líder dos Decepticons, Megatron acorda em um castelo cybertroiniano, não se lembrando de nada do que aconteceu, mais ao decorrer da história, ele descobre que inventou um tipo de gás que faz a vítima ter Amnésia. Ao decorrer da história, ele vai passando por lugares bizarros e lembrando das coisas que aconteceu. Seu principal objetivo é matar o líder dos Autobots "Optimus Prime", que quer abrir um portal para trazer outros aliados.

Escrita por: Rafaela Trombini e Natália Santos
Classificação Etária: PG-17 (Não recomendado á menores de 16 anos)
Estreia: 24 de Agosto de 2013
Pôster Oficial:
A Versão original, é a mais forte do que as outras já feitas, até mais forte que Lago Tenebroso que terá uma continuação em breve, preparem-se para o terror!

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

A Nova Era do Gelo | Último Episódio


A Tempestade estava casa vez mais forte, e ela se concentrava, principalmente em Detroit, a situação é critica, lá está quase tudo congelado. Na casa dos Autobots, Sari começa a passar mal.

-O Que você tem Sari? - pergunta Bumblebee. - O que Ela tem Ratchet?
-Uma crise de febre. Ela tem algum ferimento?
-Sim, ela se queixava de uma dor na perna.
-Deixe me ver. POR ALL SPARK, O QUE É ISSO? Isso está muito feio.
-Deve ter alguma coisa naquele navio.
-O Que foi Bumblebee?
-Bulkhead, naquele navio deve ter remédios.
-E Comida também.
-Sim, vem, vamos até lá.
-Mais a Sari disse para a gente ficar aqui.
-Não temos tempo. Vamos.
Eles partem para o navio e a nevasca ficava cada vez pior, ela já chegava a alturas extremas, até ultrapassava a altura do prédio onde eles estavam.

-Vem tem que ter remédios aqui. Bulkhead, você procura por lá e eu procuro por ali.
-Certo.
De repente aparece um monte de lobos da neve lá e indo em direção ao navio. Eles chegam e entram lá. Os lobos entram bem onde Bumblebee está.

-Bulkhead, achei os remédios!
-E Eu achei a comida.
-Certo, vamos...AHHHHH!!!
-Bumblebee...
-LOBOS!!!!!
-O Que?

Bulkhead corre onde está seu amigo, foi quando os lobos agarraram sua perna. Bumblebee pega um cabo de vassoura e começa a bater nos lobos e os espanta.

-Vamos, gordinho. A Gente tem que continuar. Pela Sari.
-Sim, vamos.
No espaço, uma grande nuvem começa a se formar no meio da grande tempestade.

-O Que será isso?
-Eu não sei, mais...não é coisa boa!
-Já está começando?
-Acho que sim.

Perto de Detroit, Jack descansa um pouco, quando ele presencia uma das cenas mais bizarras que ele já viu.

A Bandeira dos Estados Unidos congela na frente de seus olhos.

-ISAAC!!!
-O Que foi?
-JÁ COMEÇOU!!! TUDO ESTÁ CONGELANDO!!!!
-Meu deus, vamos, temos que chegar em Detroit logo.

Em Detroit, Bumblebee e Bulkhead conseguem sair do navio, mais também veem cenas extraordinárias.

Tudo começa a congelar na cidade e eles correm para a casa que também estava congelando.
Eles correm até não parar mais, até que chegam na porta.

-BUMBLEBEE, FECHA A PORTA!!!
Bumblebee fecha a porta, mais o gelo consegui atravessar.

-AI, MAIS LIVROS!!!! QUEIMEM TODOS OS LIVROS QUE ENCONTRAREM AGORA!!!!

No caminho á Detroit, a tempestade parecia ficar mais forte, e os dois continuam resistir bravamente.

-Não podemos desistir agora Jack, estamos quase chegando.
-Será que chegaremos?
-Sim, nós chegaremos, vamos conseguir meu amigo!
No espaço, podemos observar que a tempestade está se afastando.

-Veja isso.
-O Que?
-Olha, parece que a tempestade está indo embora.
-Será?
-Sim olha, como é bonito ver isso, cara sem aquelas nuvens atrapalhando tudo.

Na chegada á Detroit, Jack se depara com uma coisa.

-Olha isso Isaac.
Um grande navio aparece na frente dos dois.

Os dois deparam com a Torre Sumdac coberta de gelo, e engolida pela neve.

Mais alguns passos eles veem toda a cidade de Detroit coberta pelo gelo e pela neve.

-Nossa, mais será que sua filha está viva?
-Mais é claro. Se ela não está na torre, ela só pode estar na casa dos Autobots! Vem comigo, talvez eu saiba onde é.

A Casa estava coberta pelo gelo, não se podia ver direito sua entrada, mais eles conseguiram abrir e viram que os Autobots estavam lá. Sari, com medo, acorda.

-Sari?
-Pai?
-Sim, sou eu Sari. Como você está?
-Bem, eu acho.
-E Seus amigos?
-Bem também.
-Acorde todos, o Jack já chamou o resgate.

Devido á grande catástrofe que ocorreu no hemisfério norte, nós estamos enviando as pessoas da cidade de Detroit, a cidade mais afetada, que sejam levadas para os países da América do Sul, de preferência ao Brasil. Fomos informados que a tempestade...já acabou!

-Olha, mais pessoas sobreviveram! - diz Bulkhead.
-Sabe o que eu tava pensando.
-O Que Bumblebee?
-Que nós devemos cuidar mais dessa "natureza" assim, não acontece isso outra vez.
-Muito bem Bumblebee, muito bem.
-Eu não falei isso pra te agradar não Prowl!
-Hehehehe.

No espaço, os homens que estão no satélite olham o planeta depois da tempestade.

-Nossa, eu nunca vi o céu tão limpo...
FIM

Trans "The Auto" Formers | Episódio 33

Episódio 33 | Sari Sumdac

Escrita por | Rafaela Trombini
Produção Executiva de | Ingrid Trombini
Direção de | Rafaela Trombini e Natália Santos

Mais um dia na floresta e eu cheguei no local onde o Bumblebee queria. Bem, ele estava se recuperando do que aconteceu...naquele dia. Bem, mais, onde está ele?

-Meu, onde está esse cara? Ei, Bee onde esteve? Estava te esperando aqui.
-Desculpe cabritito, mais eu não sabia a hora da corrida.
-Ceerto. E Você tinha que aparecer 5 minutos depois que todo mundo hein?
-Olhe Primito, quando a gasolina corre por seus tubos, como uma paixão ardente, você sabe quando é a hora de correr.
-Eu acho que o campo está fazendo você viajar, cara.
-Hey, Cabritito, olhe...
-Você não esteve presente nos últimos encontros nossos, onde estava amigo?
-Da Groove, Cybertropolis. Mais o que acontece aqui?
-Relaxe. Isso não é um desfile. Mais, você sabe, temos que ter cuidado. Sou Sari Sumdac, mais meus amigos me chamam só de Sari. Como vai?
-O Qu...Prime. Optimus Prime.
-Olhe, sou de San Prime, onde controlo as empresas do meu pai. Apesar de eu ter 15 anos, eu sei administrar as coisas. Alguns foram contra, mais o conselho viu que eu consigo. Ouça, aqui corremos por dinheiro ou pelo carro. Os corredores escolhem. Se prepare, estamos saindo. Boa Sorte Optimus Prime.
-Nossa, como...uma adolescente consegue fazer essas coisas? Ela é muito estranha.
-Tranquilo. Sari é minha amiga.
-O Que?
-Sim. A Gente se conheceu lá em Cybertropolis. É que o Papa dela sofreu um acidente e ela teve que administrar as coisas dele.
-Sei.
-Cuidado, ela sabe se defender muito bem.
-Sim, claro.

Bom, vamos lá, isso vai ser moleza. Corri o mais rápido que eu pude e xééé, esses outros caras vão comer poeira velho, eles vão concerteza.

Depois disso atravessei o local onde era o nosso antigo lar e dei um puuuuuullllloooooooo. Ufa, consegui pular. Nossa, isso foi realmente incrível.

Atravessei a floresta e nossa, aqueles caras estão comento poeira, e vão continuar comendo poeira. Opa, um tava na minha frente, mais vou interceptar ele com um só golpe.

Pronto, agora que ele está comendo poeira, faltava só mais um pouquinho velho, só mais um pouco para eu poder ganhar, só mais um pouco e GANHEI!!!!! EU GANHEI PORRA!!!!!!! EU SOU O CAMPEÃO!!!!

-Oooo year!
-Você dirige com estilo, Optimus Prime. Como Bumblebee falou para mim. E Também, não me importo de perder alguém que consegue chegar ao seu limite. Quanto a mim, sou uma mulher que honra suas apostas.
-Bom, você aprende bem rápido, quando a polícia está na sua cola.
-Ouça, é melhor a gente desaparecer daqui o quanto antes, porque a polícia local, não gosta do nosso esporte.
-É. Obrigado pelo concelho.
-OK, eu tenho que ir. Ah, e se um dia for a San Prime, ligue para mim, talvez a gente possa fazer algum negócio. Tome meu cartão.
-Sistema Sumdac?
-Ah sim. São as empresas do meu pai. Vá até lá e conversamos.
-Sim, talvez, eu faça isso.
-Acho que é a nossa chamada. Foi bom te conhecer, Optimus Prime.
-O Mesmo digo para você.

Nossa, eu ganhei essa corrida, puxa...bem, vou voltar para casa e ver minha gata.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

A Nova Era do Gelo | Episódio 04

No caminho á Detroit, já nevando, Jack tenta fazer contato com o telefone.

-Conseguiu Jack?
-Ainda não. Espera! Consegui!
-Passe para mim, vou ligar para a Sari.
Em Detroit, as coisas esfriam, começava a nevar mais forte e os Autobots começavam a queimar livros para poder não morrerem congelados.

-Tudo culpa sua Prowl. - diz Bumblebee.
-Minha culpa?
-Sim. Se não fosse você e a sua natureza estúpida, nada disso teria acontecido.
-Tá, agora joga a culpa em mim.
-Sim senhor, você é um...
-EIII PAREM DE BRIGAR!! Não estão vendo que vamos morrer aqui e vocês ainda discutem.

Os dois abaixam a cabeça. Sari recebe uma ligação.

-Alô?
-Sari.
-Pai é você?
-Como estão as coisas aí em Detroit?
-Muito ruins. Passou uma super tempestade e alagou toda a cidade, agora está nevando sem parar.
-Então está começando mesmo? - pergunta Jack.
-Sim. Olhe Sari, não saia daí, fique o mais quente possível, não saia do lugar onde você está.
-Mais porque pai?
-Por que daqui a meia hora, tudo via congelar e quem estiver do lado de fora, vai acabar congelado também.
-Está bem pai. Eu direi aos Autobots.
-Olha gente. - diz Bumblebee.
Todos veem pessoas saindo, pois elas queriam sair da cidade.

-Devemos ir? - pergunta Prowl.
-Não gente. - diz Sari.
-Mais porque Sari? - pergunta Bumblebee.
-Se vocês saírem, vocês morreram congelados.
-Eu vou ficar aqui. - diz Bumblebee.
-Eu também. - diz Bulkhead.
-Se todo mundo fica, eu fico. - diz Prowl.
-Que escolha eu tenho? Tenho que ficar né? - diz Starscream.
-Eu vou avisar a eles para voltarem.
-Espera Prime...

Optimus saí de sua casa para poder avisar as pessoas que se elas não voltarem a tempestade vai mata-las.

-PESSOAL, VOLTEM. SE VOCÊS IREM, VOCÊS IRÃO MORRER!!!
-E Quem vai acreditar em um Autobot burro? - diz um homem. - Vamos gente, não liguem para ele.
-ESPERA GENTE, POR FAVOR ME OUÇAM...ai, não adianta.

-E Aí Prime?
-Nada. Eles não acreditam.
-Deixem que morram. Eles vão morrer e a gente vai viver. - diz Starscream.
-Não é assim que funciona as coisas Starscream. Os humanos não tem a resistência que nós temos. Eles podem morrer a qualquer momento.
-Tá bem. MAIS ELES SÃO BEM TEIMOSOS!!!!
Um monte de pessoas saem da cidade, para irem ao México, ou qualquer país do Hemisfério Sul. A Cidade está coberta de gelo e pode congelar a qualquer momento.
Jack e Isaac chegam a Detroit, mais ela está coberta de gelo já e eles estão andando perto de um Shopping.

-Vamos, falta pouco.
-Nossa, Isaac.
-O Que foi?
-Parece que estamos andando em cima de um...ahhhhhhhh.
-JACK!!!!
Jack acaba quebrando a parte de cima do Shopping, mais Isaac o segura.

-ME PUXA!!!
-Calma, já estou te puxando.
-ME PUXA LOGO!!!
-Calma aí.

Ele puxa Jack e os dois continuam a caminhada.
A Noite chega e eles montam uma barraquinha para sobreviver ao frio.

-Sabe o que eu estava pensando Jack?
-O Que?
-O Ser humano conseguiu sobreviver a primeira Era do Gelo. Nós conseguiremos sobreviver a essa.
-Será?
-Sim.
-Caso não conseguirmos, onde nós iremos?
-Não sei, no México, o melhor lugar para se ir agora é o Brasil. Sem dúvida, caso aconteça algo.
E No espaço, o satélite observa a grande tempestade se dividindo.

-Está vendo isso?
-Sim, a grande tempestade está se dividindo.
-Nos Estados Unidos, onde ela está mais concentrada?
-Em Detroit. Ou seja, daqui a 24 horas, a cidade vai congelar.

Continua...

Trans "The Auto" Formers | Episódio 32

Episódio 32 | Só Negócios

Escrita por | Rovorys Trombini
Produção Executiva de | Ingrid Trombini
Direção de | Rafaela Trombini e Natália Santos

Mais um dia na floresta e o Yoketron me ligou me mostrando a localização do novo lugar dele e eu fui até lá, pois eu tinha que fazer algo, acabar logo com isso. Cheguei lá, bati na porta e ele começou a me xingar.

-IDIOTA!!!
-Droga, o que houve desta vez?
-VOCÊS, HOMENS JOVENS TÃO TODOS IGUAIS. EU VI NA TELEVISÃO, LI NOS LIVROS, OUVI NAS MÚSICAS VOCÊ É IGUAL AOS OUTROS. FODA-SE ISSO, FODA-SE AQUILO. BEM, VÁ SE FODER!!!!
-Desculpa, eu...
-EU ME ENTREGUEI PARA VOCÊ, COMO UM HOMEM MADURO. NÃO! NÃO MAIS! A PARTIR DE HOJE, SEREMOS SÓ PARCEIROS DE NEGÓCIOS, OK?
-Se é isso que você quer...que seja!
-Eu te avisei. Eu tenho um humor maldito. Hoje, eu vou matar,  qualquer um que tentar me pedir foda! ESPECIALMENTE VOCÊ! VAMOS!!!!

Será que ele vai cumprir o que disse? Espero que sim, mais agora, vamos ver aonde iremos.

-Hoje, estou mais calmo, como um homem de verdade.
-Bom. Assim, não vai entrar em ataque de fúria.
-Ah, pode contar que eu vou ficar em fúria, só se você me der um motivo.
-Bom, fico feliz, em ouvir isso.
-Talvez, nenhum filho da puta se meta com nós desta vez.
-Amen.
-VAMOS LOGO!!!
-Qual é o problema?
-Nada. Eu só odeio homens.
-Pensei que era gay.
-EU NÃO SOU GAY!!! SOU HÍBRIDO, GOSTO DE TODOS!
-Tá, mais me dê um tempo.
-Aqui está seu tempo. Seu tempo é tentar não ser devorado em meu churrasco. VAMOS VER SE SE TORNA HOMEM. ME GUIE, MEU AMANTE!!!

Meu amante? Bem, vamos á Bluberry, em uma loja de bebidas. Vamos ver o que tem para a gente.

-Esse lugar vai ser como caminhar em um parque.
-Será que vai ser como no último lugar?
-Quem são esses vaqueiros idiotas?
-Espere! Veja só isso.
-VAMOS PESSOAL! PEGAMOS A GRANA!!!
-ELES ESTÃO ROUBANDO NOSSO DINHEIRO!!! ESSE DINHEIRO É MEU!!! VOLTE AQUI FILHO DA PUTA BASTARDO! VAMOS SEGUI-LOS!!!!
-Calma ai, Mestre.
-VAMOS LOGO, JÁ ACERTAMOS UM DELES. FALTA SÓ DOIS.
-CUIDADO COM MINHA CABEÇA, SEU PUTO!!!
-ANDA LOGO SEU DEBILÓIDE, SÓ FALTA APENAS UM.
-CUIDADO SEU PUTO!
-ACABOU! VAMOS VOLTAR PARA O ESCONDERIJO NOVO!!!
-Como faremos?
-Isso é tudo que você quer? Dinheiro?
-Não, mais estou precisando.
-Você me revolta. VOCÊ FAZ MINHA PELE FORMIGAR.
-Bem, mais eu não sou Louco igual á você.
-CALE-SE E ME LEVE EMBORA!!!

Chegamos lá, é bem quieto, mais noto uma coisa. Bumblebee estava lá. Por que?

-Lá vai você.
-Obrigado.
-Um dia, Optimus Prime, você vai entender. Ele te ama e vai se partir em dois. Mais você está mais para um lagarto, do que para um homem.  Tchau.
-Vai embora desgraça.
-Cabritito.
-Bumblebee, o que faz aqui?
-Te segui cabritito. Esse velho é louco?
-Sim e muito.
-Vou ver ele. Já volto.
-Bumblebee, o que vai fazer? NÃO!!!

-Olá Miestre Yoketron!!!
-QUEM É VOCÊ??
-Amigo do Prime, cabritito.
-Amigo do Optimus é? ENTÃO VENHA AQUI!!!
-NÃO PARÁ NÃO NÃO NÃO PARA DE ME BULINAR. TU ES UM VELHO FODIDO! ME LARGAAAA UÉÉÉÉÉÉÉÉÉÉ.
-PARE COM ISSO YOKETRON.
-É ISSO QUE VAI ACONTECER COM SEUS AMIGOS SE TENTAR FAZER ALGO CONTRA MIM. ESTOU DE OLHO!
-Calma Bee.
-Quiero ir para casa.

-Sim. Vamos para casa.

quarta-feira, 21 de agosto de 2013

A Nova Era do Gelo | Episódio 03


Em Detroit, o tempo está feio e chove muito. Optimus está fora de sua casa e está em proteção em um local, mais o guarda está tentando tirar ele dali.

-Sinto muito, mais você tem que sair.
-Olha, essa chuva está impossível, eu até poderia ir, mas...
-Então vá! Aqui não é lugar de ficar, principalmente para um Autobot.
-Nossa, está bem eu vou.
Optimus andava pela rua rumo em sua casa, mais enquanto caminhava, ele nota que o bueiro começava a jorrar água sem parar.

-Nossa...esqueceram de desentupir esse bueiro, mais enfim...
Optimus chega em sua casa e lá, encontra seus amigos. Ratchet e Prowl assistem ao jornal, Bulkhead pinta a Sari e Bumblebee observa a chuva pela janela.

-Oi pessoal.
-Prime, ainda bem que você veio.
-Por que? O Que aconteceu?
-Olha essa notícia.

Uma grande massa de ar frio está chegando perto de Detroit. Parece que uma grande nevasca está vindo por aí pessoal. O Que é estranho é que estamos na primavera, e na cidade já acontece uma chuva violenta.

-Uma geada?
-Pode até ser Prime, mais vamos prevenir.
-O Que o Bumblebee fica olhando tanto na janela?
-Hah, o garoto está com medo. Normal, também, essa chuva está muito forte pode até acontecer uma enchente.

-Bumblebee, para de olhar essa janela e venha aqui. - diz Sari.
-Ai, essa chuva não para.
-Bumblebee, desce aqui e vem me ajudar a pintar. - diz Bulkhead.
-Tá bem. Eu vou até aí.

A Chuva começa a piorar e a estrada que fica a casa deles está alagada e cheia de carros. Eles resolvem sair para ver o que acontecia.

-Olha onde a água chegou. - diz Ratchet.
-Aposto que foi o Prowl! - diz Bumblebee.
-Eu o que?
-Que fez essa macumba pra poder dar essa chuva, já que você é tão ligado na natureza.
-Eu não fiz nada.
-ÉÉÉ, pessoal, é melhor vocês darem uma olhada naquilo.

Uma grande onda bate na torre Sumdac e a onda acaba cobrindo a torre e invadindo a cidade. A Onda vinha com mais violência para Detroit destruindo tudo o que ela via.

-ÉÉÉ, pessoal, é melhor a gente sair daqui. - diz Bumblebee.
-Por que?
-OLHA O QUE ESTÁ VINDO AI!!!
A Onda estava chegando na rua da casa deles. Eles correram e foram para dentro da casa deles, subindo no andar mais alto do prédio, foi quando a água invadiu o primeiro andar da casa destruindo todos os equipamentos deles.

-Minha TV... - diz Sari.
-Isso não importa agora. O Importante é que estamos vivos! - diz Optimus.

Enquanto isso em Seattle, Jack e isaac observam um grande furacão que pode aparecer nos Estados Unidos.
-Está vendo isso Jack.
-Sim, parece ser um grande furacão.
-Esse vai ser o grande furacão que vai destruir todo o Hemisfério Norte. Dê uma olhada, como vai ficar daqui a dois dias.
O Gráfico mostra que o grande furacão vai se dividir em três e vai destruir todo o Hemisfério Norte.

-Mais isso...
-Incrível né? Agora, onde isso vai começar eu não sei.
-Perai, posso ver isso. Essa não.
-O Que foi?
-O Furacão vai começar...em Detroit.
-O Que? Temos que ir para lá agora.
-Mais por que?
-Minha filha e os amigos dela estão lá. Preciso salva-los, antes que a tempestade chegue.
-Espere.
-O Que foi?
-Eu vou com você!
-Está bem. Vamos.
-Você sabe onde ela está não é?
-Pode estar na torre, ou na casa dos amigos dela, depois vemos isso, agora vamos.
-É, só uma coisa.
-O Que?
-O Tráfego aéreo para Detroit está fechado.
-Não tem problema. Vamos á pé.
-Mas...
-Vamos!
Em Detroit, a coisa fica feia, pois toda a cidade estava alagada e começava a nevar na cidade.

-O Que faremos agora? - pergunta Bulkhead.
-Boa pergunta. Não podemos sair daqui.
-Prime, a Sari tem alguma coisa.
-Sari, o que foi?
-Nada, só uma dor na perna.
-Deixe me ver Sari.
-Já disse que não é nada.
-Deixe me ver Sari, por favor.
-Tá bem.
-Nossa Sari, mais onde você se machucou?
-Deve ter sido na correria, eu devo ter tropeçado.

De repente, eles ouvem um grito de socorro e resolvem ver. Era Starscream pendurado em um dos prédios.

-É O Starscream! - diz Prowl.
-Devemos salva-lo? - pergunta Bulkhead.
-Por incrível que pareça, devemos sim. Bulkhead, fique com Sari. Prowl, você e eu vamos salvar o Starscream.
-Certo.
-SOCORRO!!!! EU NÃO QUERO MORRER DESSE JEITO, AFOGADO! SOCORRROOOOOO!!!!!
-Calminha aí Scream.
-O que? Autobots? Ah quem me dera, tudo para sobreviver não é?

Eles pegam Starscream e o levam para a casa deles o mais rápido possível.

-Espero que você não comece uma guerra com a gente agora.
-Mais é claro que não. Temos uma trégua. Mais te aviso, quando tudo isso acabar, EU VOU ACABAR COM VOCÊ!!!
-Gente, vocês ouviram isso? - pergunta Bumblebee.

Eles vão até a janela para ver o que acontecia e um grande navio invade a cidade. O Navio fica encalhado devido aos carros que estão embaixo dele.